Diário Bíblica Portugués

9 de Maio de 2022

Primeira leitura: At 11,1-18: 
Também aos pagãos Deus concedeu a conversão que leva para a vida!
Salmo: Sl 41, 2-3; 42, 3.4 (R. Cf. Sl 41, 3a): 
R. A minh'alma tem sede de Deus e deseja o Deus vivo.
Evangelio: Jo 10,1-10: 
Eu sou a porta das ovelhas.

 

Naquele tempo, disse Jesus: 'Em verdade, em verdade vos digo, quem não entra no redil das ovelhas pela porta, mas sobe por outro lugar, é ladrão e assaltante. Quem entra pela porta é o pastor das ovelhas. A esse o porteiro abre, e as ovelhas escutam a sua voz; ele chama as ovelhas pelo nome e as conduz para fora. E, depois de fazer sair todas as que são suas, caminha à sua frente, e as ovelhas o seguem, porque conhecem a sua voz. Mas não seguem um estranho, antes fogem dele, porque não conhecem a voz dos estranhos.' Jesus contou-lhes esta parábola, mas eles não entenderam o que ele queria dizer. Então Jesus continuou: 'Em verdade, em verdade vos digo, eu sou a porta das ovelhas. Todos aqueles que vieram antes de mim são ladrões e assaltantes, mas as ovelhas não os escutaram. Eu sou a porta. Quem entrar por mim, será salvo; entrará e sairá e encontrará pastagem. O ladrão só vem para roubar, matar e destruir. Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância.

Comentário 

No recinto do Templo de Jerusalém estava a lei, um símbolo de ordem, controle, medo, tudo em nome da segurança nacional. As relações eram formais, frias e pautadas por protocolos padronizados. Levaram ao esmagamento das pessoas, obrigando-as a pensar e agir da mesma forma, em obediência e submissão à ordem estabelecida. Fora do recinto, havia uma vida livre, baseada no cuidado recíproco e no encontro afetivo. As relações eram abertas, sem discriminação, baseadas no amor, na aceitação e na benevolência, capazes de transformar as pessoas, satisfazendo sua busca de sentido, curando suas doenças, abrindo novos horizontes e aprimorando suas potencialidades. Em sua vida terrena, Jesus nos ensinou a abrir e, quando necessário, também a derrubar os cercados que mantêm a vida aprisionada pelo egoísmo, pecado, preconceito, injustiça, insensibilidade, maldade, falsidade, indiferença, consumismo, ganância. Que tipo de relacionamento comunitário você promove? Ore pela humildade de nossos guias espirituais!

Santo do Dia
S. Pacômio
séc. III ? monge ? \"Pacômio? significa \"o da águia?

Nascido por volta de 292, na Alta Tebaida, Egito, S. Pacômio pertencia a uma família pagã. Aos 20 anos de idade, viu-se obrigado a alistar-se no exército imperial e partir para Tebas com as tropas de Maximino. Derrotados por Licínio e Constantino, Pacômio caiu prisioneiro em Tebas, onde ficou impressionado com o exemplo dos cristãos que arriscavam a vida para levar, secretamente, alimentos aos encarcerados. Libertado, fez-se batizar e instruir-se na fé cristã, na comunidade de Kasr-es-Sayad. Depois de levar por sete anos uma vida solitária, fundou em 325, nas proximidades do rio Nilo, em Tabenisi, a primeira \"koinonia?, uma comunidade religiosa cristã de vida comum, baseada na comunhão de oração, trabalho e refeição, em que todos se propunham servir uns aos outros. Ao morrer, em 348, os mosteiros por ele fundados abrigavam cerca de sete mil monges. Foi ele que compôs a primeira Regra monástica, em língua copta, cuja influência fez-se notar mais tarde na vida monástica do Oriente e do Ocidente. Essas regras teriam sido transmitidas a ele por um Anjo que lhe ordenou a fundação de um mosteiro em Tabenisi. Uma das regras prescreve:

\"Permitirás que cada um coma e beba de acordo com suas forças e determinarás um trabalho proporcional às forças daquele que come? (cf. Vida dos santos de Butler, vol. v, p. 82).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Related Articles

10 de Abril de 2022

9 de Abril de 2022

8 de Abril de 2022