Diário Bíblica Portugués

4 de Julho de 2022

Primeira leitura: Os 2,16.17b-18.21-22: 
Eu te desposarei para sempre.
Salmo: Sl 144(145),2-9: 
Misericórdia e piedade é o Senhor.
Evangelio: Mt 9,18-26: 
Minha filha acaba de morrer. Mas vem, impõe tua mão sobre ela e ela viverá.

Tema: Santa Isabel de Portugal (Memória facultativa) 

Jesus levantou-se e o seguiu, junto com os seus discípulos. Nisto, uma mulher que sofria de hemorragia há doze anos veio por trás dele e tocou a barra do seu manto. Ela pensava consigo: 'Se eu conseguir ao menos tocar no manto dele, ficarei curada'. Jesus voltou-se e, ao vê-la, disse: 'Coragem, filha! A tua fé te salvou'. E a mulher ficou curada a partir daquele instante. Chegando à casa do chefe, Jesus viu os tocadores de flauta e a multidão alvoroçada, e disse: 'Retirai-vos, porque a menina não morreu, mas está dormindo'. E começaram a caçoar dele. Quando a multidão foi afastada, Jesus entrou, tomou a menina pela mão, e ela se levantou. Essa notícia espalhou-se por toda aquela região.

 

Comentário 

Um dos problemas do povo da Bíblia sempre foi sua inconstância e infidelidade, fraquezas que não lhes permitiam comprometer-se em amor verdadeiro com seu Deus. Deus, o eterno amante de sua criação, querendo unir-se em aliança, acabou abandonado por outros “amores”, outros “deuses”. A experiência da fé em muitos espaços religiosos foi reduzida a práticas cultuais que não permitem viver em profundidade esse encontro de amor na reciprocidade. É por isso que hoje é tão fácil para as pessoas viverem insatisfeitas com sua experiência cristã, porque ela não parece sustentá-las em seus anseios mais profundos de realização. Precisamos promover, como crentes, encontros de proximidade e compaixão que aliviem aqueles que estão quebrados pelo abandono e pela desigualdade social. Estaremos dispostos, como Jesus, a ter compaixão pela dor humana? Duas mulheres, uma adulta e uma jovem, são a expressão de um mundo doente e moribundo que precisa de alívio. Vamos agir! Pela fé e convicção, porque nossos gestos humanitários podem ajudar a salvar vidas.

Santo do Dia
S. Isabel de Portugal

1270-1336 ? rainha ? "Isabel? quer dizer "Deus é a plenitude? Isabel de Portugal era filha de D. Pedro III de Aragão e nasceu na Espanha, em 1270. Casada com D. Dinis, rei de Portugal, foi mãe de dois filhos. Muito sofreu pelas infidelidades amorosas do marido, cujos filhos adulterinos ela criou junto aos dela, devotando-lhes igual carinho e dedicação. Testemunha dos sofrimentos e humilhações infringidos à mãe, seu filho D. Afonso IV, o Bravo, odiava o pai. Isabel lutou com todas as forças para pôr um fim às divisões internas e às desavenças entre pai e filho. Contam que um dia ela montou uma mula e foi ao campo de batalha apaziguar os ânimos acirrados do filho e do pai. Em carta pedia a eles não vertessem o sangue da geração que esteve em suas entranhas e cessassem a guerra, caso contrário apressariam a morte dela: Se não o fazeis irei prostrar-me diante de vós e do infante, como loba parida... E os besteiros hão de ferir meu corpo antes que vos toquem a vós e ao infante (apud Palacín, op. cit., p. 96). Decrépito, D. Dinis recebeu daquela a quem traíra carinho e dedicação até o último instante. Ao morrer D. Dinis, ela entrou para a Ordem Terceira de S. Francisco, dedicando-se inteiramente à vida interior e às obras de caridade. Morreu em 1336, quando procurava reconciliar seu filho D. Afonso IV, rei de Portugal, com seu neto, rei de Castela.

 

 

 

 

 

Related Articles

10 de Abril de 2022

9 de Abril de 2022

8 de Abril de 2022