Diário Bíblica Portugués

23 de Junho de 2022

Primeira leitura: Is 49,1-6: 
Eu te farei luz das nações, para que minha salvação chegue até aos confins da terra. (2º canto do Servo do Senhor)
Salmo: Sl 138(139),1-3.13-14ab.14c-15 (R. 14a): 
Eu vos louvo e vos dou graças, ó Senhor, porque de modo admirável me formastes!.
Segunda leitura: At 13,22-26: 
Antes que Jesus chegasse, João pregou um batismo de conversão.
Evangelio: Lc 1,57-66.80: 
Nascimento de João Batista.

Tema: NATIVIDADE DE SÃO JOÃO BATISTA (Solenidade, antecipada este ano)

Completou-se o tempo da gravidez de Isabel, e ela deu à luz um filho. Os vizinhos e parentes ouviram dizer como o Senhor tinha sido misericordioso para com Isabel, e alegraram-se com ela. No oitavo dia, foram circuncidar o menino, e queriam dar-lhe o nome de seu pai, Zacarias. A mãe, porém, disse: 'Não! Ele vai chamar-se João.' Os outros disseram: 'Não existe nenhum parente teu com esse nome!' Então fizeram sinais ao pai, perguntando como ele queria que o menino se chamasse. Zacarias pediu uma tabuinha, e escreveu: 'João é o seu nome.' No mesmo instante, a boca de Zacarias se abriu, sua língua se soltou, e ele começou a louvar a Deus. Todos os vizinhos ficaram com medo, e a notícia espalhou-se por toda a região montanhosa da Judeia. E todos os que ouviam a notícia, ficavam pensando: 'O que virá a ser este menino?' De fato, a mão do Senhor estava com ele.

 

Comentário 

A liturgia da Igreja não celebra apenas o dia da morte de João Batista, mas também o de seu nascimento. Ele é o mensageiro que prepara a irrupção da Boa Nova de Jesus. Embora ele seja o filho do sacerdote Zacarias ele não vai ao templo para pregar o batismo de conversão, nem para denunciar as injustiças das pessoas religiosas, dos soldados e do mesmo povo, mas está no deserto, nas periferias, às margens do templo e da sociedade. O deserto é o lugar simbólico da paixão de Javé, o lugar para purificar-se das mentiras dos anúncios comerciais do império, e programar uma nova ética. O templo está esgotado. Os ritos estão mortos. É necessário retornar ao deserto. O povo sofredor acudiu em massa, ansioso por uma mudança de estruturas. O próprio Jesus encontrou ali uma inspiração para iniciar seu projeto. Ele se deixou ser batizado por João Batista. Assim, compartilhou com o povo a experiência de ser mais um na fila dos que queriam mudar este mundo segundo o projeto de Deus.

Santo do Dia
S. José Cafasso
1811-1860 ? \"José? quer dizer \"que Deus acrescente?

José Cafasso nasceu em Castelnuovo d?Asti, em 1811. Padre secular aos 22 anos, em 1883, foi contemporâneo e conterrâneo de Don Bosco. Mestre de teologia no Instituto de S. Francisco de Sales em Turim, teve Don Bosco como aluno e consulente espiritual. Exerceu grande influência no jovem clero que nele encontrava seu elo de união e de renovação. Essa influência estendia-se beneficamente também aos leigos e demais religiosos.Cativava a todos com sua alegria, bondade e serenidade. Em Turim chamavam-no \"o padre da forca?, pois devotava aos presos e condenados carinho especial. Não temia expor-se e lutar por melhores condições de vida nas prisões. A muitos acompanhou até o último momento, ficando com eles até a morte. Sabia falar tanto aos cultos como aos simples, aos piedosos e aos afastados da religião. Colaborou intensamente com as obras religiosas (institutos e congregações religiosas), instituições de caridade. Foi um grande colaborador de Don Bosco, apoiando-o na fundação de sua obra dedicada à formação religiosa e profissional dos jovens desfavorecidos. Morreu aos 49 anos, em 1860, entregando a José Cotolengo e a Don Bosco tudo o que possuía. É o protetor dos encarcerados e condenados à pena capital.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Related Articles

10 de Abril de 2022

9 de Abril de 2022

8 de Abril de 2022