Consulta diaria


Primeira leitura: Jn 3,1-10: 
Os ninivitas se afastavam do mau caminho.
Salmo: Sl 50, 3-4, 12-13. 18-19 (R. 19b): 
Ó Senhor, não desprezeis um coração arrependido!
Evangelio: Lc 11,29-32: 
Nenhum sinal será dado a esta geração a não ser o sinal de Jonas.

 

 

Naquele tempo: Quando as multidões se reuniram em grande quantidade, Jesus começou a dizer: 'Esta geração é uma geração má. Ela busca um sinal, mas nenhum sinal lhe será dado, a não ser o sinal de Jonas. Com efeito, assim como Jonas foi um sinal para os ninivitas, assim também será o Filho do Homem para esta geração. No dia do julgamento, a rainha do Sul se levantará juntamente com os homens desta geração, e os condenará. Porque ela veio de uma terra distante para ouvir a sabedoria de Salomão. E aqui está quem é maior do que Salomão. No dia do julgamento, os ninivitas se levantarão juntamente com esta geração e a condenarão. Porque eles se converteram quando ouviram a pregação de Jonas. E aqui está quem é maior do que Jonas.'

Comentário

Jesus é a Palavra definitiva de Deus Pai para toda a humanidade. Ele é a imagem viva, histórica do Pai. Para saber qual é o sentir de Deus; para compreender do que é que Deus gosta; para assimilar do lado de quem Deus está é necessário aproximar-se de Jesus. Jesus é quem nos diz tudo sobre Deus. Ele nos diz que o amor de Deus não conhece fronteiras, nem limites. Não podemos entender a Deus como um Senhor que condena. Jesus quando nos quis dizer quem é Deus, nos disse que ele é o cheio de amor, o misericordioso, o Pai da ternura e do perdão. Por isso nesta Quaresma mais que voltar sobre a ideia de um Deus que condena, do todo-poderoso que se impõe; é importante que experimentemos, unidos a Jesus, ao Deus amor, que se expõe até a morte na cruz. Este Pai Deus continua crendo e apostando na transformação real de cada homem e mulher, que o busca com sincero coração. Jesus é o sinal definitivo do amor de Deus para nossas vidas. Deixemo-nos transformar por ele!

Santo do Dia
S. Eufrásia
séc. IV ? \"Eufrásia? significa \"alegria?

Natural de Constantinopla, Eufrásia viveu no final do século IV. Após a morte do pai, Antígona, parente do imperador Teodósio, viajou com a mãe, que também se chamava Eufrásia, para o Egito, onde possuía muitos bens. Jovem ainda ingressou num convento, levando vida de penitência, oração e jejuns. Contam que fora prometida em casamento a um jovem influente de Constantinopla. Quando o imperador soube que ela havia se retirado para o convento, escreveu reclamando sua presença em Constantinopla, a fim de que o casamento fosse realizado. Eufrásia respondeu dizendo-lhe que a decisão era irreversível e deu aos familiares permissão para disporem convenientemente de seus bens, amparando os pobres e necessitados. Pediu-lhes que fizessem justiça a todos os que trabalharam para a família e que se  libertassem os escravos, indenizando-os pelos serviços prestados. Morreu provavelmente em 410, aos 30 anos de idade, 23 dos quais havia passado no mosteiro.