Consulta diaria

Primeira leitura: Fl 2,5-11: 
Humilhou-se a si mesmo, por isso, Deus o exaltou.
Salmo: Sl 21 (22),26b-27 .28-30a. 31-32 (R. Cf.26a): 
Ó Senhor, sois meu louvor em meio à grande assembléia!
Evangelio: Lc 14,15-24: 
Sai pelas estradas e atalhos, e obriga as pessoas a virem aqui,.para que minha casa fique cheia.

 

Naquele tempo: Um homem que estava à mesa, disse a Jesus: 'Feliz aquele que come o pão no Reino de Deus!' Jesus respondeu: 'Um homem deu um grande banquete e convidou muitas pessoas. Na hora do banquete, mandou seu empregado dizer aos convidados: 'Vinde, pois tudo está pronto'. Mas todos, um a um, começaram a dar desculpas. O primeiro disse: 'Comprei um campo, e preciso ir vê-lo. Peço-te que aceites minhas desculpas'. Um outro disse: 'Comprei cinco juntas de bois, e vou experimentá-las. Peço-te que aceites minhas desculpas'. Um terceiro disse: 'Acabo de me casar e, por isso, não posso ir'. O empregado voltou e contou tudo ao patrão. Então o dono da casa ficou muito zangado e disse ao empregado: 'Sai depressa pelas praças e ruas da cidade. Traze para cá os pobres, os aleijados, os cegos e os coxos'. O empregado disse: 'Senhor, o que tu mandaste fazer foi feito, e ainda há lugar'. O patrão disse ao empregado: 'Sai pelas estradas e atalhos, e obriga as pessoas a virem aqui, para que minha casa fique cheia. Pois eu vos digo: nenhum daqueles que foram convidados provará do meu banquete.'

Comentário

Hoje ouvimos falar de autoconfiança como chave para uma vida harmoniosa e equilibrada. A falta de autoconfiança tem consequências deploráveis em nosso desenvolvimento pessoal. De uma parte, nos conduzimos como dependentes permanentes, ou seja, incapazes de conseguir algo por nós mesmos, e, de outra, cultivamos uma atitude de inferioridade ao comparar-nos com os demais. O que conseguimos com isto é uma fuente de dor emocional que desemboca em desequilíbrios e frustração. Quando Paulo pede aos crentes que se humilhem como Cristo, não quer que o cristão perda a segurança em si mesmo, nem que se afunde na dor, mas que renuncie ir atrás da honra e da glória próprios, submetendo-se à glória e honra de Deus. Essa submissão a Deus nasce de uma consciência clara e livre, que pode estar ofuscado. Perguntemo-nos, por exemplo, se Cristo morto e ressuscitado é o ideal de nossa vida; identifiquemos os ingredientes culturais e mediáticos que são contrários à obediência de Cristo; transformemos os pensamentos e atitudes negativos que alimentamos por outros que nos façam valorarizar-nos como filhos do mesmo Deus. 

Santo do Dia
S. Iltut
séc. V ? monge

O abade Iltut viveu no século V e se destacou entre os santos de Gales. O autor de A Vida de S. Sansão refere-se a S. Iltut como grande conhecedor das Sagradas Escrituras e versado em toda sorte de erudição. Foi o fundador de uma importante escola monástica chamada Llanilltyd Fawr, em Glamorgan, por onde passaram vários santos, entre os quais S. Sansão.