Consulta diaria

Primeira leitura: Gl 1,13-24: 
Dignou-se revelar-me o seu Filho, para que eu o pregasse entre os pagãos.
Salmo: Sl 138,1-3. 13-14ab. 14c-15 (R. 24b): 
Conduzi-me no caminho para a vida, ó Senhor!
Evangelio: Lc 10,38-42: 
Marta recebeu-o em sua casa. Maria escolheu a melhor parte.

 

Naquele tempo: Jesus entrou num povoado, e certa mulher, de nome Marta, recebeu-o em sua casa. Sua irmã, chamada Maria, sentou-se aos pés do Senhor, e escutava a sua palavra. Marta, porém, estava ocupada com muitos afazeres. Ela aproximou-se e disse: 'Senhor, não te importas que minha irmã me deixe sozinha, com todo o serviço? Manda que ela me venha ajudar!' O Senhor, porém, lhe respondeu: 'Marta, Marta! Tu te preocupas e andas agitada por muitas coisas. Porém, uma só coisa é necessária. Maria escolheu a melhor parte e esta não lhe será tirada.'

Comentário

 

Parece que Jesus não gosta muito de que lhe sirvam. Ele veio para servir. Marta está empenhada em servir-lhe e Jesus quer oferecer-lhe o melhor que ele tem: sua palavra; Ele é a Palavra e no caminho a Jerusalém ele é uma palavra carregada de entrega total. Marta se empenha em servir. E o faz com amor, pratica a hospitalidade, mas pode perder esse momento da presença de Jesus e sua palavra. Maria fica ouvindo a Jesus. Pobre Marta sozinha com os afazeres! É a ação, o trabalho, as tarefas diárias. No momento presente, com a proximidade do reino e tendo em casa o anunciador e realizador, deveria ouvi-lo. Ação e contemplação são os dois serviços urgentes tendo Jesus em casa. São os dois detalhes que se deve ter para com este hóspede tão especial. Contemplativos na ação, é como se definem alguns santos e santas. Que síntese tão preciosa e tão difícil! Esta é uma grande urgência para este mundo louco de imagens, notícias, espetáculos. Como é importante viajar com Jesus ao mais profundo do próprio coração!

Santo do Dia

S. Dionísio e seus companheiros

séc. III ? bispo e mártir ? \"Dionísio? quer dizer \"pertencente
ao deus Baco?, considerados pelos antigos gregos como o
espírito exuberante do crescimento, da força e do vigor


Segundo Gregório de Tours, no século III Dionísio, conhecido também como Dinis, e mais seis outros bispos, foram enviados como missionários de Roma para a França. Primeiro bispo de Paris, sofreu o martírio por volta de 258, sob o jugo de Décio ou de Valeriano. O lugar em que foi decapitado com seus companheiros de missão, Eleutério e Rústico, em Paris, é conhecido como Montmartre, isto é, \"Colina do mártir?. Algumas tradições antigas identificam S. Dinis com Dionísio, o Areopagita, homem versado nas ciências, convertido por Paulo Apóstolo. Sua vida está envolta em lendas e fatos miraculosos. S. Metódio, seu biógrafo, afirma que ao ser decapitado, ele tomou a própria cabeça e com ela caminhou mil passos, depositando-a nas mãos de uma mulher cristã. A ele foram atribuídas várias obras de cunho religioso (Dos nomes divinos, Teologia mística...).