Consulta diaria

Primeira leitura: Mq 5,1-4a: 
De ti há de sair aquele que dominará em Israel.
Salmo: Sl 70(71),6; Sl 12(13),6 (R. Is 61,10): 
Exulto de alegria no Senhor.
Evangelio: Mt 1,1-16.18-23: 
O que nela foi gerado vem do Espírito Santo.

 

Livro da origem de Jesus Cristo, filho de Davi, filho de Abraão. Abraão gerou Isaac; Isaac gerou Jacó; Jacó gerou Judá e seus irmãos. Judá gerou Farés e Zara, cuja mãe era Tamar. Farés gerou Esrom; Esrom gerou Aram; Aram gerou Aminadab; Aminadab gerou Naasson; Naasson Gerou Salmon; Salmon gerou Booz, cuja mãe era Raab. Booz gerou Obed, cuja mãe era Rute. Obed gerou Jessé. Jessé gerou o rei Davi. Davi gerou Salomão, daquela que tinha sido a mulher de Urias. Salomão gerou Roboão; Roboão gerou Abias; Abias gerou Asa; Asa gerou Josafá; Josafá gerou Jorão; Jorão gerou Ozias; Ozias gerou Jotão; Jotão gerou Acaz; Acaz gerou Ezequias; Ezequias gerou Manassés; Manassés gerou Amon; Amon gerou Josias. Josias gerou Jeconias e seus irmãos, no tempo do exílio na Babilônia. Depois do exílio na Babilônia, Jeconias gerou Salatiel; Salatiel gerou Zorobabel; Zorobabel gerou Abiud; Abiud gerou Eliaquim; Eliaquim gerou Azor; Azor gerou Sadoc; Sadoc gerou Aquim; Aquim gerou Eliud; Eliud gerou Eleazar; Eleazar gerou Mató; Mató gerou Jacó. Jacó gerou José, o esposo de Maria, da qual nasceu Jesus, que é chamado o Cristo. A origem de Jesus Cristo foi assim: Maria, sua mãe, estava prometida em casamento a José, e, antes de viverem juntos, ela ficou grávida pela ação do Espírito Santo. José, seu marido, era justo e, não querendo denunciá-la, resolveu abandonar Maria, em segredo. Enquanto José pensava nisso, eis que o anjo do Senhor apareceu-lhe, em sonho, e lhe disse: "José, Filho de Davi, não tenhas medo de receber Maria como tua esposa, porque ela concebeu pela ação do Espírito Santo. Ela dará à luz um filho, e tu lhe darás o nome de Jesus, pois ele vai salvar o seu povo dos seus pecados". Tudo isso aconteceu para se cumprir o que o Senhor havia dito pelo profeta: "Eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho. Ele será chamado pelo nome de Emanuel, que significa: Deus está conosco".

Comentário

Hoje a Igreja celebra a festa da Natividade de Maria, a mãe de Jesus. Nos evangelhos canônicos não aparece nenhum texto que faça referência a esta festa. No apócrifo denominado Protoevangelho de Tiago se descreve o anúncio e nascimento de Maria no nono mês. Por isso a tradição oriental e ocidental indicou o dia 8 de setembro como data deste acontecimento. Em todo caso são relatos cheios de fantasia religiosa, muito lindos por certo. Maria é tenda, casa, sacrário, escolhida por Deus para realizar seu plano de salvação oferecido a toda a humanidade. Maria é fonte de vida e salvação porque em seu ventre é gerada a própria Palavra de Deus. Palavra que cria, liberta, salva. Palavra que comunica vida em plenitude. Maria não é um mero instrumento utilizado por Deus para fazer-se humano. Maria coopera livre e voluntariamente com a história da salvação. Com o nascimento de Maria renasce a esperança para a humanidade desesperada. O que significa para você e sua comunidade a presença de Maria?

Santo do Dia

Natividade de Nossa Senhora


Já celebrada no Oriente, a festa da Natividade foi instituída na França pelo bispo de Angers. Conta a tradição que os anjos de Deus, entre os dias 7 e 8 de setembro, manifestavam-se ao santo bispo cantando em coro em louvor ao nascimento da Virgem Maria. Da França, a festa passou a ser celebrada em Roma (séc. VII), e dali se espalhou pelo mundo católico.