Consulta diaria

Primeira leitura: Jr 31,1-7: 
Amei-te com amor eterno.
Salmo: Jr 31, 10. 11-12ab. 13 (R. Cf. 10d): 
O Senhor nos guardará qual pastor a seu rebanho.
Evangelio: Mt 15,21-28: 
Mulher, grande é a tua fé!

 

Naquele tempo: Jesus foi para a região de Tiro e Sidônia. Eis que uma mulher cananéia, vindo daquela região, pôs-se a gritar: 'Senhor, filho de Davi, tem piedade de mim: minha filha está cruelmente atormentada por um demônio!' Mas, Jesus não lhe respondeu palavra alguma. Então seus discípulos aproximaram-se e lhe pediram: 'Manda embora essa mulher, pois ela vem gritando atrás de nós.' Jesus respondeu: 'Eu fui enviado somente às ovelhas perdidas da casa de Israel.' Mas, a mulher, aproximando-se, prostrou-se diante de Jesus, e começou a implorar: 'Senhor, socorre-me!' Jesus lhe disse: 'Não fica bem tirar o pão dos filhos para jogá-lo aos cachorrinhos.' A mulher insistiu: 'É verdade, Senhor; mas os cachorrinhos também comem as migalhas que caem da mesa de seus donos!' Diante disso, Jesus lhe disse: 'Mulher, grande é a tua fé! Seja feito como tu queres!' E desde aquele momento sua filha ficou curada.

Comentário

Mateus, em seu relato, convida-nos a dirigir o olhar para a mudança de perspectiva de Jesus e da comunidade judeu-cristã frente à diversidade cultural e religiosa. Nesta ocasião, a protagonista é uma mulher sirio-fenícia, uma pessoa com uma tríplice condição de exclusão por ser mulher, estrangeira e impura. A insistência e a fé desta mulher farão Jesus mudar de parecer sobre sua missão e seus destinatários, já que em princípio Jesus havia assinalado que sua mensagem era para a casa de Israel. Entretanto, o evangelho quer ensinar que no Reino de Deus não conta se a pessoa é judeu, cristão ou muçulmano, nem muito menos se é estrangeiro, ou se é homem ou mulher; antes, são os excluídos de qualquer país, cultura ou religião os autênticos destinatários da salvação de Deus na história. Desta maneira, vale a pena refletir: em que medida estamos dispostos a sair, a ir mais além, da comodidade de nossa casa, de nossa Igreja para ir ao encontro do pobre e marginalizado?

Santo do Dia

S. Domingos de Gusmán

c. 1172-1221 ? presbítero e fundador ? \"Domingos? quer dizer
\"nascido no dia do Senhor?

Natural de Caleruega, Espanha, foi o fundador da Ordem dos Pregadores. Estudou teologia em Valência, tornando-se cônego no bispado de Osma. Em 1206, acompanhou o bispo Diogo numa missão papal contra os albigenses em Languedoc, os quais negavam os principais dogmas católicos, como a encarnação, os sacramentos, etc. Domingos passou a viver pobremente e a procurar a conversão dos albigenses tocando-lhes o coração e a mente pelo seu exemplo de vida. Em 1215, em Tolosa, surgiu a idéia de fundar uma ordem de pregadores, de sólida formação intelectual, teológica e espiritual, aptos a ensinar e pregar em qualquer lugar. Nasciam então os Dominicanos.