Consulta diaria

Primeira leitura: At 22,3-16: 
Levanta-te, recebe o batismo e purifica-te dos teus pecados, invocando o nome de Jesus.
Salmo: Sl 116(117),1-2 (R. Mc 16,15): 
Ide, por todo o mundo, a todos pregai o Evangelho.
Evangelio: Mc 16,15-18: 
Ide pelo mundo inteiro e anunciai o Evangelho.

Conversão de São Paulo, Apóstolo (Festa)

Naquele tempo, Jesus se manifestou aos onze discípulos, e disse-lhes: "Ide pelo mundo inteiro e anunciai o Evangelho a toda criatura! Quem crer e for batizado será salvo. Quem não crer será condenado. Os sinais que acompanharão aqueles que crerem serão estes: expulsarão demônios em meu nome, falarão novas línguas; se pegarem em serpentes ou beberem algum veneno mortal não lhes fará mal algum; quando impuserem as mãos sobre os doentes, eles ficarão curados".

 

Comentário

Uma realidade esquecida na vida cristã é o apelo exigente que Jesus faz para que o anúncio da Boa Nova seja acompanhado de sinais visíveis que confirmem a chegada de um novo tempo. Sempre se acreditou que anunciar a Boa Nova era ensinar ou transmitir doutrinas, dogmas, fórmulas religiosas. E se esqueceu o constante convite que o próprio Jesus faz no Evangelho em relação à forma como ele concebe o anúncio da Boa Nova. Hoje o evangelista Marcos, superando todas os matizes taumatúrgicos ou milagreiros da história e chegando a encontrar o fundamental, aquilo que está em conexão com o mandato que Jesus fez e que o obcecou de forma poderosa e que aparece novamente no final do relato evangélico dá a chave do anúncio da Boa Nova que está acompanhado de sinais visíveis: expulsar os demônios e curar os enfermos; em outras palavras, trazer felicidade, vida, alegria, humanidade, são os sinais visíveis do anúncio da Boa Nova. É isto que estamos fazendo?

Santo do Dia
Conversão de S. Paulo
séc. I ? apóstolo e mártir ? protetor dos náufragos e invocado
contra as tempestades nos mares

Paulo nasceu em Tarso, Cilícia (At 21,39). Cresceu em berço observante das tradições farisaicas (2Tm 1,3; Fl 3,5-6). Seus antepassados provavelmente eram da Galileia, da tribo de Benjamim (Fl 3,5ss). O próprio nome \"Saulo?, comum entre os descendentes de Benjamim, liga-se ao de \"Saul?, o primeiro rei dos judeus. Era comum entre os judeus que gozavam da cidadania romana ter dois nomes, um hebraico e outro latino ou grego. Daí o segundo nome \"Paulo? (At 22,26-28), adotado por ele em sua pregação junto aos gentios. Como bom judeu, desde pequeno, Saulo teve de aprender um ofício, tornando-se \"fazedor de tendas? (At 18,3). Perseguidor intransigente dos cristãos, um dia, a caminho de Damasco, foi barrado e derrubado ao chão pelo Senhor, que lhe dirige as célebres palavras: \"Saulo, Saulo, por que me persegues?? Sua conversão não foi resultado de uma busca racional, mas fruto do poder de Deus em sua vida (Gl 1,12-15; 1Cor 15,10).


Outros santos do dia: Ananias de Damasco (citado em At 9,10-19, mártir), Apolo de Heliópolis (abade), Artemas de Pozzuoli (mártir), Joel de Pulsano (abade) e Públio de Zeugma (abade).