Consulta diaria

Primeira leitura: 1Sm 3,1-10.19-20: 
Fala, Senhor que teu servo escuta.
Salmo: Sl 39,2.5. 7-8a. 8b-9. 10 (R.8a. 9a): 
Eis que venho fazer, com prazer, a vossa vontade Senhor!
Evangelio: Mc 1,29-39: 
Curou muitas pessoas de diversas doenças.

Naquele tempo: Jesus saiu da sinagoga e foi, com Tiago e João, para a casa de Simão e André. A sogra de Simão estava de cama, com febre, e eles logo contaram a Jesus. E ele se aproximou, segurou sua mão e ajudou-a a levantar-se. Então, a febre desapareceu; e ela começou a servi-los. É tarde, depois do pôr-do-sol, levaram a Jesus todos os doentes e os possuídos pelo demônio. A cidade inteira se reuniu em frente da casa. Jesus curou muitas pessoas de diversas doenças e expulsou muitos demônios. E não deixava que os demônios falassem, pois sabiam quem ele era. De madrugada, quando ainda estava escuro, Jesus se levantou e foi rezar num lugar deserto. Simão e seus companheiros foram à procura de Jesus. Quando o encontraram, disseram: 'Todos estão te procurando'. Jesus respondeu: 'Vamos a outros lugares, às aldeias da redondeza! Devo pregar também ali, pois foi para isso que eu vim'. E andava por toda a Galiléia, pregando em suas sinagogas e expulsando os demônios.

Comentário

A ação libertadora de Jesus tem uma finalidade clara e solidária: o serviço. Ao curar os enfermos apresenta duas palavras-chave: levantar-se e dispor-se para servir. Jesus oferece um método simples para curar. O primeiro é "tocar" o outro, aproximar-nos de sua situação pessoal, mais que palavras de boa fé é necessário mostrar-lhe nossa proximidade e preocupação pelo que está vivendo. O segundo é "servir" a quem nos rodeia, sabendo que "o bem difunde-se por si mesmo" e que "sentindo" o amor de Deus na vida a melhor atitude é ser agradecido dando o melhor aos demais. Por outra parte Jesus é contra aquilo que é espetacular, age a partir da simplicidade da vida sem esperar reconhecimentos nem aplausos e nessa simplicidade nos mostra que tem todo o poder para assumir nossas misérias e carregar nossas enfermidades. Como o jovem Samuel saibamos estar atentos à palavra do Senhor nos acontecimentos, nas pessoas e sua palavra escrita para responder neste dia com alegria: "Fala. Senhor, que teu servo escuta".

Santo do Dia

S. Agatão

c. 679-681 ? papa ? \"Agatão? lembra \"bondade?, \"honestidade?

Natural da Sicília, foi eleito papa em 679, pontificando durante dois anos e seis meses e catorze dias. Antes de tornar-se monge, por 20 anos viveu casado e trabalhando para ganhar a vida. Era uma pessoa dócil, meiga, cheia de bondade e respeito para com os outros. Foi tesoureiro da Igreja em Roma e sucessor do papa Dono. Presidiu, na pessoa de seus legados, o VI Concílio Ecumênico de Constantinopla, em que foi condenado o monotelismo, que afirmava haver em Jesus uma só vontade. Seguindo a tradição apostólica, Agatão expôs, em carta, os fundamentos da fé, afirmando: \"... foi o Senhor e o Salvador, cuja fé é um dom, que prometeu que a fé de Pedro não desanimaria, e lhe recomendou confirmar, nesta mesma fé, os irmãos. É o que todos os pontífices apostólicos, predecessores de minha fraca pessoa, sempre fizeram corajosamente. Por insignificante que eu seja, quero imitá-los para cumprir a minha missão...? Morreu em 10 de janeiro de 682, sucedendo-lhe Leão II.