Consulta diaria

Primeira leitura: Ez 36,23-28: 
Eu vos darei um coração novo e porei um espírito novo dentro de vós.
Salmo: Sl 50,12-13. 14-15. 18-19 (R. Ez 36,25): 
Eu hei de derramar sobre vós uma água pura, e de vossas imundícies sereis purificados.
Evangelio: Mt 22,1-14: 
Convidai para a festa todos os que encontrardes.

 

Tema: São Bernardo, Abade e Doutor da Igreja (Memória) 

Naquele tempo: Jesus voltou a falar em parábolas aos sumos sacerdotes e aos anciãos do povo, dizendo: 'O Reino dos Céus é como a história do rei que preparou a festa de casamento do seu filho. E mandou os seus empregados para chamar os convidados para a festa, mas estes não quiseram vir. O rei mandou outros empregados, dizendo: ?Dizei aos convidados: já preparei o banquete, os bois e os animais cevados já foram abatidos e tudo está pronto. Vinde para a festa!? Mas os convidados não deram a menor atenção: um foi para o seu campo, outro para os seus negócios, outros agarraram os empregados, bateram neles e os mataram. O rei ficou indignado e mandou suas tropas para matar aqueles assassinos e incendiar a cidade deles. Em seguida, o rei disse aos empregados: ?A festa de casamento está pronta, mas os convidados não foram dignos dela. Portanto, ide até às encruzilhadas dos caminhos e convidai para a festa todos os que encontrardes?. Então, os empregados saíram pelos caminhos e reuniram todos os que encontraram, maus e bons. E a sala da festa ficou cheia de convidados. Quando o rei entrou para ver os convidados, observou ali um homem que não estava usando traje de festa e perguntou-lhe: ?Amigo, como entraste aqui sem o traje de festa? Mas o homem nada respondeu. Então o rei disse aos que serviam: ?Amarrai os pés e as mãos desse homem e jogai-o fora, na escuridão! Ali haverá choro e ranger de dentes?. Por que muitos são chamados, e poucos são escolhidos.'

 

Comentário

As palavras de Jesus não são uma janela para ver o tempo passado, para entender o que aconteceu no tempo do próprio Jesus. Pelo contrário: o que Ele disse e fez deve colocar o crente no horizonte do presente, do histórico atual em que ele se encontra. Isso significa que a parábola de hoje tem muito a contribuir e exigir dos cristãos deste terceiro milênio. Onde deveria estar a Igreja? Qual é o lugar existencial da comunidade que segue Jesus? Com quem os crentes devem estar? Quais são os riscos que a Igreja corre se for fiel ao seu Senhor? A Igreja deve ser como Deus - sem acreditar que é Deus -, mas ter as atitudes de Deus Pai, aquelas que Jesus mostrou de uma maneira nova. Ela deve saber que a fidelidade a Jesus desagradará a muitos. Sua tarefa é acolher os excluídos e aqueles que a sociedade rejeita, mesmo que isso lhes custe descrédito, perseguição e, muitas vezes, martírio.

Santo do Dia
S. Bernardo
1112-1153 ? abade e doutor da Igreja ? \"Bernardo? quer dizer
\"o que é forte como um urso?

Natural de Borgonha, Bernardo de Claraval foi uma personalidade religiosa marcante da época. Além de abade e administrador, destacou-se como místico, pregador, político, polemista, escritor, fundador de mosteiros, conselheiro de papas, reis e bispos. Devoto de Maria, deixou-nos uma das mais belas orações a ela dedicada: Lembrai-vos, ó puríssima Virgem Maria, que nunca se ouviu dizer que alguém que tenha recorrido à vossa proteção, implorado vossa assistência ou reclamado vosso socorro tenha sido por vós desamparado. Animado com a mesma confiança, a vós, ó Virgem, entre todas singular, recorro como à mãe e de vós me valho sob o peso dos meus pecados me prostro a vossos pés. Não desprezeis as minha súplicas, ó Mãe do Filho de Deus Humanado, mas dignai-vos de as ouvir propícia e de me alcançar o que vos rogo. Amém.